quinta-feira, 24 de junho de 2010

Ana Bolena


Qdo vi o filme Ana dos Mil Dias, eu era adolescente e fiquei muito impressionada com a Ana. Momentos antes de ir para o patíbulo, ela acaricia o pescoço e pergunta para quem estava com ela, se o pescoço dela era bonito.
Dizia que achava que pelo fato dele ser fino, ela não sentiria muito a dor. Será?
Mas em mim ficou aquela dor. Aquela dor de ser mandada para a morte pelo ser amado.
Não me importava naquele momento, a História e sim a história de amor. E assim a Ana morreu deixando a filhinha princesa, Elizabeth.
E a História seguiu seu curso, muitas vezes banhado de sangue.
Fiquei obcecada com o pescoço e por isso sempre cuido do meu.
E da minha cabeça, para que nunca caia de cima dele.
Para proteger os pescocinhos do frio, tenho feito estas golas/cachecol ou pode chamar de coleira, não importa. Elas são charmosas e lindas.
E a Vanessa segue sendo a minha modelo e freguesa.





Um comentário:

AmoJoias disse...

Oiiii
Waw adoreiii a ideia!!! mto criativa e linda!!!
bjinhus